Qual a diferença entre CRM e ERP?

COMPARTILHE

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email

Duas siglas referentes à gestão empresarial podem causar confusão quando se quer implantar na empresa sistemas tecnológicos para administrar o seu negócio. São ele o ERP, que significa Entreprise Resource Training ou no português Planejamento de recurso corporativo, e CRM, Customer Relationship Management ou Criador de Relacionamentos Melhores.

Organizações que procuram automatizar os principais processos empresariais geralmente analisam duas soluções de softwares fundamentais: ERP e CRM.

Enquanto o ERP ajuda as empresas a administrar negócios bem-sucedidos conectando seus sistemas financeiros e operacionais a um banco de dados central, o CRM ajuda a gerenciar como os clientes interagem com suas organizações. A verdade é que ambos servem como repositórios de dados vitais. Além disso, tocam vários departamentos e, embora muitas vezes se baseiem na mesma plataforma, acabam funcionando também com sistemas separados que são integrados onde necessário.

Este post ajudará a identificar as principais características do CRM e do ERP, como eles diferem e como identificar qual
deles pode apoiar sua organização.

Afinal, o que é CRM?

Em suma, CRM é um software que gerencia todas as maneiras como um cliente interage com uma organização. Inicialmente, esses recursos foram desenvolvidos para departamentos de vendas e por vezes eram conhecidos como automação da força de vendas (SFA).

Por meio de aquisição e desenvolvimento, os fornecedores de software começaram a combinar todas essas disciplinas
em uma estrutura abrangente, chamada de gerenciamento de relacionamento com o cliente. O gerenciamento de desempenho de vendas e a compensação de incentivo de vendas também estão incluídos em alguns sistemas de CRM, mas frequentemente são vendidos em separado devido à sua complexidade.

O que é ERP?

O Sistema Integrado de Gestão Empresarial (ERP) evoluiu do planejamento de requisitos de materiais (MRP), que era
uma maneira de os fabricantes entenderem e gerenciarem todos os recursos necessários para operar uma organização
bem-sucedida. O ERP serve como um banco de dados compartilhado para todas as partes de uma organização.
Basicamente, isso significa finanças, incluindo o livro razão geral (GL), contas a pagar, contas a receber, folha de pagamento e relatórios financeiros.

Mas o ERP também se estende ao gerenciamento de estoque, gerenciamento de pedidos, gerenciamento
da cadeia de fornecedores e aos dados relacionados a organizações de serviços – além de englobar a aquisição,
produção, distribuição e atendimento de pedidos.

Mas qual é a diferença entre CRM e ERP?

Embora a organização toda venha a contar com ambos os sistemas, a diferença fundamental entre ERP e CRM é que
o primeiro é principalmente voltado a dados financeiros e ao departamento financeiro (back-office), enquanto o segundo trata de dados dos clientes usados pelos departamentos de vendas e de atendimento (front-office).

Alguns sistemas de ERP podem incluir um componente de CRM, mas os sistemas de CRM não incluem componentes
de ERP. Se um sistema de gestão não lida com dados transacionais, por exemplo, ele não é considerado um ERP.
Ele pode acessar o histórico de pedidos ou notas fiscais, mas esses dados são acessados por meio de uma integração com o sistema de ERP.

Quer saber mais? Clique aqui e acesse nosso e-book para saber quais são as semelhanças do ERP e CRM e em qual plataforma sua empresa deve investir para tornar a operação mais eficiente.

5/5 - (6 votes)

Visite nosso site

ENTRE EM CONTATO

Nós te Ligamos