Logo AX4B

AX4B NEWS: ciberataque, líder em segurança da informação e internet via satélite

COMPARTILHE

Daremos início a mais uma semana com quatro notícias que você precisa saber. A área de tecnologia está em constante transformação, e essa evolução impacta diretamente as nossas vidas, trabalho e a convivência em sociedade. Desta forma, é importante manter-se atualizado sobre o que está surgindo de mais novo no mercado.

Estudo indica que 59% das empresas já sofreram algum tipo de ciberataque

A AX4B realizou uma pesquisa com 20.480 mil empresas de todo o Brasil, com o objetivo de analisar a vulnerabilidade das mesmas em relação a ciberataques. E os resultados são alarmantes:

  • 59% das empresas já sofreram algum tipo de ciberataque
  • 64% das organizações não possuem nenhuma solução antivírus
  • 53% afirmaram não ter implementado nenhuma solução de backup em nuvem

A pesquisa indica um alto despreparo da maioria das instituições em relação a proteção de dados, e nos dias de hoje esse pode ser um erro fatal.

A Starlink de Elon Musk já alcança todos os continentes

Projeto de levar internet via satélite para todo o mundo, do empresário bilionário Elon Musk já está presente em todos os continentes. Além disso, foi realizada recentemente uma expedição espacial através da SpaceX, mais uma de suas empresas, o lançamento de mais 54 novos satélites, desta forma, a Starlink tem mais de 3 mil satélites operando em órbita.

A Starlink já está disponível no Brasil e Chile, e a empresa tem planos de desembarcar em mais países latinos no próximo ano. O objetivo principal da empreitada de Musk é levar acesso à internet de alta velocidade a áreas rurais e remotas de todo o planeta terra.

Uber sofre ataque cibernético, mas nega que dados sensíveis de usuários tenham sido acessados

A Uber, uma das maiores empresas de corrida por aplicativo da atualidade, tomou um pequeno susto com um “incidente de cibersegurança” que foi detectado em um relatório interno recentemente. A instituição não detalha como ocorreu a situação e o que de fato aconteceu, mas garantem que nenhum dado sensível dos usuários foi acessado.

A empresa já havia sofrido ataque cibernético em 2016, onde cerca de 57 milhões de informações de seus usuários e motoristas foram expostas, portanto, a questão de segurança de dados é muito delicada para a instituição.

Ao que tudo indica, o ataque foi efetuado através de uma conta no aplicativo de mensagens Slack de um dos colaboradores da Uber. Após essa situação, todos os funcionários foram proibidos de usar a rede de troca de mensagens.

Acompanhe também nosso AX4B NEWS pelo Instagram, toda semana tem episódio novo: @ax4bgroup

4.8/5 - (9 votes)

Visite nosso site

ENTRE EM CONTATO

Nós te Ligamos