Projetos no Revit

10 dicas importantes para melhorar seus projetos no Revit

COMPARTILHE

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email

É cada vez mais comum ouvirmos falar sobre o BIM, um conceito revolucionário na área de construção que trabalha com modelos 3D e conecta os profissionais envolvidos no projeto em uma colaboração multidisciplinar.

De engenheiros à responsáveis pela compra, todos podem interagir no mesmo arquivo, simultaneamente, adicionando ou alterando dados relacionados à sua especialidade, consultando as atualizações em tempo real e, com isso, prevenindo futuros problemas que atrasariam as obras e aumentariam seus custos. Para fazer isso, é necessário um software que aplique esse conceito integrador, o mais conhecido deles é o Revit.

Apesar de popular, nem todos os usuários extraem a melhor performance do Revit, nesse post trouxemos dez dicas para ajudar a mudar esse cenário:

    • Worksets

     

    Melhore seu fluxo de trabalho aperfeiçoando o uso do seu espaço. Divida os conjuntos de trabalho para obter modelos mais estruturados, configure a visibilidade dos gráficos e aumente seu desempenho.

      • Comprima arquivos

       

      Compacte o seu arquivo ao salvar para um melhor desempenho quando carregar novamente o projeto.

        • Templates

         

        Usar um modelo pré-estabelecido economiza tempo, pois você não necessita configurar o projeto desde o início e reduz o tamanho do arquivo, já que não será necessário carregar todas as famílias.

        Se você trabalha com worksets, utilize templates para padronizar as vistas e criar os worksets com maior agilidade.

          • Famílias

           

          Caso a sua empresa trabalhe em projetos com instalações similares, utilize famílias compartilhadas, agrupando as famílias mais utilizadas, e inserindo-as no projeto de uma só vez, a quantificação e a edição continua sendo realizada separadamente.

            • Arquivos DWG

             

            Os arquivos DWG são responsáveis por aumentar o tamanho do arquivo e diminuir a performance do software, para solucionar esse problema minimize os links de arquivos do CAD e utilize-os como referência, delete o arquivo quando não precisar mais dele.

              • Advertências

               

              Resolver advertências auxiliam a aceleram a sessão. A medida que o Revit computa erros e dá avisos, o sistema vai ficando carregando e perde desempenho, o que torna importante resolver os avisos no momento em que surgem, ao invés de deixar tudo para o final.

                • Vistas

                 

                Separe, filtre e organize suas vistas. É possível criar documentos separados, estruturas, interiores, entre outros. Porém, apesar da facilidade, é importante manter o projeto limpo, deixando apenas as vistas necessárias e excluindo o que não for utilizar.

                  • Atribua códigos

                   

                  Utilizar parâmetros para os elementos no Revit facilitará o uso de filtros para obter os quantitativos nas pranchas.

                    • Pranchas

                     

                    Crie uma família de pranchas com todos os tamanhos desejados, unificando em apenas um arquivo ao invés de seis diferentes.

                      • Purge

                       

                      Utilize o comando Purge nos itens que você não utilizará no projeto, deixando o arquivo mais leve e melhorando o funcionamento do software.

                      4.7/5 - (35 votes)

                      Visite nosso site

                      ENTRE EM CONTATO

                      Nós te Ligamos