Com apoio AX4B, Vitória quer ser a primeira capital brasileira a ter projetos 100% em BIM

Com apoio AX4B, Vitória quer ser a primeira capital brasileira a ter projetos 100% em BIM

COMPARTILHE

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on print
Share on email



Em busca de tornar Vitória (ES) uma cidade mais inteligente, a Prefeitura Municipal iniciou um processo de informatização de sistemas e aderiu a um pacote de soluções tecnológicas da Autodesk com a AX4B voltadas para projetos nas áreas de arquitetura, engenharia e construção civil (AEC), que usa a metodologia BIM (Building Information Modeling, em inglês) – tecnologia que permite que as equipes de projeto e construção trabalhem com mais eficiência, assim como captura os dados que eles criam durante o processo para beneficiar as operações e atividades de manutenção.

Até o momento, era utilizado apenas o programa AutoCAD, um software do tipo CAD, que se refere especificamente ao desenho da planta de uma edificação, seja ele em 2D ou 3D, enquanto todas as outras informações relacionadas à edificação ficam armazenadas em locais separados e as atualizações devem ser feitas manualmente.

 

Após uma análise de fluxo de trabalhos usando essa tecnologia, notou-se a necessidade de implantação de novas ferramentas que trabalhassem de forma mais integrada para tornar os projetos de obras públicas mais eficientes e sustentáveis.
“A AX4B apoiou e realizou o trabalho de Engenharia de Valor envolvendo os fluxos de trabalho e propôs melhorias com base no BIM”, afirma o especialista técnico da Autodesk, Rafael Colucci.

Desde janeiro deste ano, a Prefeitura de Vitória realiza uma série de atividades juntamente à guarda municipal e às secretarias de Obra e Habitação, do Meio Ambiente e de Desenvolvimento da Cidade. Cerca de 120 servidores participam de treinamentos virtuais (gravados e online) de capacitação das ferramentas implementadas, onde aplicam em projetos de suas áreas. As aulas terão encerramento em novembro, mas, até o ano que vem, os participantes receberão atendimentos para esclarecimento de dúvidas e aplicações.

 

Paralelamente, a equipe votou em um projeto local piloto para ser restaurado sob a gestão da prefeitura. O edifício do Centro de Pescada, localizado na orla da cidade, região carente com mais de 70 mil moradores, foi eleito e receberá nova infraestrutura, com um projeto executivo feito inteiramente em BIM.

 

Além de realizarmos os treinamentos online com disponibilização de vídeos em uma base de conhecimento,  também estamos apoiando com uma consultoria de projeto piloto em disciplinas como arquitetura, engenharia e orçamento.

Os treinamentos são realizados pelo nosso time técnico e entendemos que é fundamental qualificar as equipes para que as soluções Autodesk comecem a agregar cada vez mais valor para a Prefeitura de Vitória”, explica Thiago Miranda, líder de negócios de design e engenharia da AX4B.

 

“Nosso objetivo é ter projetos mais seguros e que proporcionem a redução de gastos nas obras, garantindo que o dinheiro público possa ser investidos com eficiência. Com o decreto federal (10.306/2020), que estabelece a obrigatoriedade do BIM em obras públicas a partir de 2021, já nos antecipamos. Mais do que isso, queremos que Vitória seja a primeira capital brasileira e ter projetos 100% em BIM”, afirma o secretário de Desenvolvimento da Cidade e responsável pela Subsecretaria de Tecnologia da Informação, Márcio Passos.

 

Essa parceria reforça o quanto o BIM é significante para um trabalho mais moderno e colaborativo, que possibilita maior eficiência em relação aos métodos tradicionais, já que proporciona mais assertividade de análise e controle de projetos.

 

Fonte: https://bit.ly/3oonsGL

4.9/5 - (7 votes)

Visite nosso site

ENTRE EM CONTATO

Nós te Ligamos