Logo AX4B

Red Hat OpenShift vs. Kubernetes

COMPARTILHE

Qual escolher para suas aplicações em contêineres? 

Quando se trata de orquestrar contêineres e acelerar o desenvolvimento de aplicações nativas da nuvem, duas soluções populares são frequentemente mencionadas: Red Hat OpenShift e Kubernetes. Embora ambos sejam baseados no mesmo motor de orquestração de contêineres, o Kubernetes, eles oferecem diferentes conjuntos de recursos e benefícios. Neste artigo, vamos comparar o Red Hat OpenShift e o Kubernetes e explorar por que o OpenShift pode ser a escolha ideal para suas necessidades de aplicativos em contêineres. 

Red Hat OpenShift e a tecnologia Kubernetes 

 O Red Hat OpenShift é uma plataforma de aplicativos de código aberto, projetada para acelerar o desenvolvimento e a entrega de aplicativos nativos da nuvem. Ele utiliza o Kubernetes como motor de orquestração de contêineres, mas vai além, fornecendo recursos adicionais integrados para automação, monitoramento, análise de registros, service mesh, ferramentas de produtividade para desenvolvedores e muito mais. O OpenShift é testado, empacotado e suportado pela Red Hat como uma plataforma de aplicativos abrangente. 

Por outro lado, o Kubernetes é um software de código aberto que automatiza a implantação, gerenciamento e dimensionamento de contêineres. Embora seja altamente flexível e personalizável, os usuários precisam integrar manualmente outros componentes e recursos para torná-lo uma plataforma empresarial pronta. 

A diferença entre o OpenShift e o Kubernetes 

Embora o Kubernetes seja poderoso na orquestração de contêineres, ele requer a integração manual de vários componentes adicionais para ser uma solução completa para o desenvolvimento e entrega de aplicativos em contêineres em escala. O Red Hat OpenShift preenche essa lacuna, oferecendo uma solução completa que inclui o Kubernetes como base, mas também fornece componentes integrados essenciais para acelerar o desenvolvimento e a entrega de aplicativos em contêineres. 

Os benefícios do OpenShift em relação ao Kubernetes: 

  1. Solução completa: O Red Hat OpenShift oferece uma solução abrangente com um Kubernetes estável e seguro, além de recursos adicionais integrados para automação, monitoramento, segurança e produtividade do desenvolvedor. 
  1. Suporte profissional: A Red Hat oferece suporte profissional e serviços de consultoria para o OpenShift, garantindo que sua implantação seja confiável e esteja em conformidade com os padrões de segurança e conformidade. 
  1. Integração com ecossistema: O OpenShift é projetado para integrar-se perfeitamente a outros serviços e produtos da Red Hat, como o Ansible Automation Platform, bem como a projetos de código aberto populares, como o Jenkins. 
  1. Opções de implementação flexíveis: OpenShift pode ser usado como um serviço em nuvem gerenciado ou como uma plataforma autogerenciada, permitindo que você escolha a opção que melhor atende às suas necessidades de negócio e infraestrutura. 
  1. Parceria estratégica: A Red Hat é líder mundial em soluções de código aberto, com uma vasta experiência em ajudar organizações a alcançarem o sucesso na transformação de aplicativos. Além disso, a Red Hat possui parcerias estratégicas com provedores de nuvem e outros parceiros, o que garante uma ampla compatibilidade e suporte para suas necessidades específicas. 

Tanto o Red Hat OpenShift quanto o Kubernetes são poderosos em suas capacidades de orquestração de contêineres. No entanto, se você está procurando uma solução completa e integrada para acelerar o desenvolvimento e a entrega de aplicativos em contêineres, o Red Hat OpenShift pode ser a escolha ideal. Com sua estabilidade, suporte profissional, integração com o ecossistema Red Hat e flexibilidade de implementação, o OpenShift oferece uma plataforma confiável e abrangente para suas necessidades de aplicativos em contêineres. 

Vote

Visite nosso site